Oi Amores!! Hoje vamos conversar sobre Rosácea e Tratamentos.

A Bárbara me pediu pra falar sobre rosácea e a Lívia me pediu para falar sobre peróxido de benzoila e ácido salicílico para rosácea e acne. Então gravei um vídeo pra vocês falando sobre o que elas me pediram.

Aqui no post vou detalhar um pouco mais sobre a Rosácea e Tratamentos.

Rosácea: sintomas, tratamentos e causas

O que é Rosácea?

Sinônimos: acne rosácea

A rosácea é uma doença de pele comum, cujos sintomas envolvem áreas de vermelhidão na pele e lesões inflamadas, especialmente nas bochechas, nariz, testa e queixo. Muitas vezes começa entre as idades de 30 e 50 anos e afeta mais mulheres do que homens.

Quando os primeiros sintomas aparecem, podem ser confundidos com queimaduras solares. Conforme a doença se agrava, vermelhidão torna-se mais duradoura e óbvia.

Rosácea pode piorar ao longo do tempo, levando a mudanças permanentes na aparência e afetando a autoestima. Não há cura conhecida para a rosácea, mas ela é tratável, com excelente controle.

Tipos

Existem cinco subtipos de rosácea, que variam conforme ela se manifesta:

  • Eritemato telangectasia
  • Rosácea pápula pustulosa
  • Rosácea fimatosa
  • Rosácea ocular
  • Granulomatosa.

Mas os subtipos podem se misturar. Pode ocorrer, por exemplo, a combinação do fimatosa com o tipo pápula pustulosa e também com a forma mais comum, a eritemato telangiectásica. Também é muito frequente a associação de rosácea do tipo fulminante com a ocular.

Eritemato telangectasia

A pele adquire um tom avermelhado, rosado e diminutos vasos (telangectasias) se tornam evidentes, principalmente na região centro facial, próximo as asas nasais. O avermelhamento pode ser agravado por vários fatores, entre eles: o álcool, sol, estresse, exercícios físicos e calor. Quem possui a rosácea pode ter a sensação de estar com a pele pinicando ou queimando. Neste caso, a pele é mais sensível e não se pode utilizar creme abrasivos ou ácidos.

Rosácea pápula pustulosa

Nesse tipo de rosácea, soma-se ao tom avermelhada o aparecimento de lesões pápulo-pustulosas em surtos, como se fossem espinhas. Nesse tipo, a rosácea lembra a acne – tanto que por muito tempo foi chamada de acne rosácea. O tipo pápula pustular é mais comum em homens, com períodos de piora e melhora alternados.

Rosácea fimatosa

Esse é o tipo menos frequente de rosácea. Seria um estagio final da doença. A pele, torna-se espessada, endurecida e avermelhada, com poros dilatados. A rosácea fimatosa é caracterizada pelo aumento e infiltração de áreas como as glândulas sebáceas do nariz e é comum em homens com mais de 50- 60 anos. Com o tempo, o nariz pode até dobrar de tamanho. O mento ( queixo) também pode ser comprometido.

Rosácea ocular

Como o nome diz, a rosácea ocular atinge a região dos olhos. Cerca de 20% dos casos são descobertos em visita a um oftalmologista. O indicativo da doença é uma inflamação (chamada de blefarite) com avermelhamento e descamação na área dos cílios. Este tipo é o mais grave, pode evoluir para a perda da visão.

Granulomatosa

Existe outro subtipo mais raro da rosácea, chamado granulomatosa. Sua característica principal é o aparecimento de pequenos nódulos acastanhados na face. Cerca de 15% dos pacientes com a doença podem ter lesões em outros locais. Seu diagnostico é difícil e requer um alto grau de suspeição por parte do dermatologista. Seu tratamento também é um desafio.

Causas

A causa da rosácea é desconhecida, mas estudos apontam para uma combinação de fatores hereditários e ambientais. Uma série de fatores pode desencadear ou agravar a rosácea, aumentando o fluxo de sangue para a superfície de sua pele. Alguns destes fatores incluem:

  • Alimentos quentes ou bebidas
  • Alimentos picantes
  • Álcool
  • Temperaturas extremas
  • Exposição ao sol
  • Estresse, raiva ou vergonha
  • Exercício extenuante
  • Banhos quentes ou saunas
  • Uso de corticosteroides
  • Uso de medicamentos que dilatam os vasos sanguíneos, incluindo alguns medicamentos para pressão arterial.

Fatores de risco

Os seguintes grupos estão em maior risco de desenvolver rosácea:

  • Pessoas entre 30 e 50 anos de idade
  • Pessoas de pele clara, com cabelos loiros e olhos azuis
  • Descendentes de celtas ou escandinavos
  • História familiar de rosácea
  • Histórico de acne grave no passado
  • Mulheres (no entanto, os homens também podem desenvolver rosácea e tendem a ter sintomas mais graves).

Sintomas de Rosácea

Sintomas da rosácea podem incluir:

  • Vermelhidão facial. Pequenos vasos sanguíneos no nariz e bochechas muitas vezes incham e tornamse visíveis
  • Protuberâncias no rosto que se assemelham a acne
  • Secura ocular e pálpebras avermelhadas, com irritação e inchaço
  • Nariz alargado. Raramente, a rosácea pode engrossar a pele do nariz, fazendo com que ele adquira um aspecto grosseiro.

Fonte: http://www.minhavida.com.br/saude/temas/rosacea

Estas são algumas Fotos de exemplos:

 

Fotos da Minha Rosácea:

As fotos não ficaram tão nítidas porque procurei aproximar bastante para vocês verem em detalhes.

 

Estas são as fotos ilustrativas dos produtos que a Lívia me pediu pra falar:

Resultado de imagem para peróxido de benzoíla

Resultado de imagem para ácido salícilico

Este é o Vídeo sobre Rosácea e Tratamentos que gravei pra vocês:

Espero ter ajudado. Qualquer dúvida estou a disposição.

Beijos,

Tânia

Rosácea e Tratamentos

Deixe uma resposta

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: